Heads Together: a realeza britânica em prol da saúde mental

Heads Together: a realeza britânica em prol da saúde mental
Anúncios

 

Através de um post da página PlayGroundBR, tomei conhecimento da incrível e oportuna campanha Heads Together, encabeçada pelos príncipes William e Harry e pela duquesa Kate Middleton. No referido post, há um vídeo em que Lady Gaga conversa com o príncipe William sobre a temática da saúde mental em suas vidas, a fim de promover a campanha HeadsTogether.
Assista:

Lady Gaga, que fora estuprada aos 19 anos de idade, afirma:

Há muita vergonha associada às doenças mentais. Dá a sensação de que algo está errado com você. E, na minha vida, eu pensava “Oh, meu Deus, olha todas essas coisas bonitas e maravilhosas que eu tenho” e “Eu deveria ser muito feliz”, mas você não pode evitar isso se de manhã, quando você acorda, você está tão cansada, tão triste, tão ansiosa e tão nervosa que você mal pode pensar.

Príncipe William, que perdeu a mãe aos 15 anos de idade, afirma:

Todo mundo tem saúde mental e nós não deveríamos ter vergonha disso. Ter apenas uma conversa com um amigo ou familiar pode realmente fazer a diferença.

Lady Gaga afirma que o melhor de seu adoecimento foi dividi-lo com outras pessoas e permitir que as pessoas que estão em sofrimento mental saibam que não estão sozinhas. Finaliza o vídeo solicitando aquilo que se faz a ideia central da campanha:

Nós temos que nos esforçar ao máximo para normalizar problemas de saúde mental para que as pessoas sintam que podem dar um passo à frente.

Entenda do que se trata a campanha:

Os príncipes William e Harry se tornaram notícia após tomarem coragem para falar sobre as dificuldades que enfrentaram após a morte da mãe, Diana. Juntos à duquesa Kate Middleton, estão apoiando uma campanha liderada pela Royals Foundation, a Heads Together, que tem por objetivo desestigmatizar a temática da saúde mental e a forma como ela é percebida. O trio encomendou dez filmes com celebridades falando sobre seus problemas e sobre a enorme diferença percebida após dividi-los com alguém.

O próprio príncipe Harry afirma ter procurado terapia, após o trauma vivido pela perda precoce de sua mãe, além de outras atividades que lhe ajudaram a lidar com o sofrimento: exercícios, como o Boxe, e hábitos sociais que envolvessem diversão e bom humor. Já William relata que tem seus motivos para se envolver com a saúde mental e um deles é a morte precoce da mãe, que ainda é um choque para ele.

A campanha encabeçada pela realeza britânica já aponta grandes progressos no combate ao estigma em torno da saúde mental, embora a temática ainda permaneça cercada de tabus, preconceitos e desinformação. No site da campanha, o trio estimula a população a se envolver com a temática e a conversar sobre ela.

Também no site, há um espaço, o “Precisa de ajuda urgente”, que possibilita o contato com parceiros que possam fornecer suporte em casos emergenciais, algo que se parece muito com o que o CVV, Centro de Valorização da Vida, faz no Brasil. Falo mais sobre o CVV aqui.

Que a nobre campanha da realeza britânica sirva de exemplo e seja copiada ao redor do mundo. Estes, sem dúvidas, representam grandes avanços na área e podem salvar milhares de vidas pelo mundo.

Anúncios
Anúncios

Horário e informações

1-202-555-1212
Almoço: 11:00 às 14:00
Jantar: Segunda a quinta, de 17:00 às 23:00, sexta a sábado, de 17:00 à 01:00