INTEPRID: pesquisadora desenvolve adesivo que detecta casos de abuso sexual.

Anúncios

A notícia a seguir, publicada originalmente no jornal nexo, se trata de um tipo específico de caso: aquele que não se sabe se, verdadeiramente, deveria ser comemorado.

O fato de se necessitar desenvolver tecnologias com o intuito de combater o abuso sexual de crianças, mulheres, idosos, pessoas com limitações físicas ou em situações vulneráveis nos coloca diante de um cenário longe do ideal, em que o respeito ao próximo deveria prevalecer e o tal aparelho sequer existir.

A pesquisadora indiana Manisha Mohan, do Instituto de Tecnologia de Massachusetts, MIT, desenvolveu um adesivo que pode ser colado em qualquer peça de roupa e que serve para detectar e informar contatos de confiança os casos de possíveis crimes de abuso sexual.

A invenção, chamada INTREPID, é capaz de monitorar sinais de violência sexual, como o ato de despir de modo forçado e/ou violento a vítima. O aparelho também pode ser usado para combater o abuso infantil, bem como o abuso de pessoas com deficiência, idosas e até mesmo em casos de estupros de vulnerável.

O aparelho funciona de suas formas: ativamente e passivamente.

O modo passivo é quando o indivíduo tem condições de ativar o mecanismo de segurança sozinho: ao ser detectado algum tipo de movimentação suspeita, um alerta aparece na tela do smartphone e o sujeito escolhe se o consente ou não. Caso não haja resposta em até 30 segundos, alarmes são ativados e mensagens com a geolocalização são enviadas para os contatos de confiança do indivíduo.

O modo ativo é indicado quando a vítima não tem condições de se defender: os alertas são enviados automaticamente.

O Intrepid funciona colado na roupa com hidrogel, que pode ir sendo trocado conforme o uso. Além das notificações, o aparelho também grava o som do ambiente, o que pode contar como provas em caso de denúncia.


www.brunosampaiopsi.com.br

Anúncios
Anúncios

Horário e informações

1-202-555-1212
Almoço: 11:00 às 14:00
Jantar: Segunda a quinta, de 17:00 às 23:00, sexta a sábado, de 17:00 à 01:00