Nintendo processa site que hospeda jogos piratas e quer US$ 2 milhões


Nesta semana, a Nintendo dos EUA entrou com uma ação contra o site RomUniverse por práticas relacionadas à pirataria, relata o Polygon.

Por US$ 30 por ano, o RomUniverse permite que seus membros façam o download de “um número ilimitado de jogos piratas [chamados ROMs], a uma velocidade superior em relação aos não-assinantes”, alega a Nintendo.

O site reúne não só títulos antigos, como os mais recentes da empresa de videogame, sendo que ela afirma ter identificado pelo menos 3.200 títulos de sua propriedade. Foram contabilizados quase 300 mil downloads de jogos para Nintendo Switch (cerca de 200 títulos estavam disponíveis) e mais de 500 mil downloads para Nintendo 3DS. Além dos jogos, o RomUniverse também reúne filmes e livros.

As cópias baixadas podem ser jogadas em um computador ou em outros dispositivos por meio de um software de emulação, sem que a pessoa precise ter um console da Nintendo.

Conforme observado pelo Polygon, a Nintendo tem aumentado seus esforços para combater a pirataria. Ainda nesta semana, o Tribunal Superior do Reino Unido decidiu a favor da empresa em um caso em que ela exigia que cinco provedoras de internet (Sky, BT, EE, Talktalk e Virgin Media) “bloqueassem” ou “impedissem o acesso” de quatro sites que ofereciam jogos pirateados de Nintendo Switch.

No caso mais recente envolvendo a RomUniverse, a Nintendo está exigindo US$ 150 mil para cada violação de direitos autorais (copyright) e até US$ 2 milhões para cada violação de marca comercial (trademark). Em novembro de 2018, a empresa recebeu US$ 12,23 milhões no julgamento de um caso similar contra os sites LoveROMs.com e LoveRETRO.co no Arizona.

[Polygon, Business Insider]



Source link

You May Also Like

About the Author: Marisa Ferreira

Pioneiro profissional zumbi. Especialista em internet incurável. Praticante de TV. Comunicador.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *