Dez dicas para quem está começando Borderlands 3


Após meses de antecipação, Borderlands 3, o mais novo título da série de looter shooters da Gearbox Software, desembarca oficialmente nesta nesta sexta-feira (13) ao PlayStation 4, Xbox One e PC, prometendo mais uma aventura insana no planeta de Pandora e além.

Aos costumes, no entanto, o jogo mistura jogabilidade FPS  e elementos de RPG a milhares de armas e cenários recheado de inimigos insanos, o que significa que Borderlands pode não ser um dos títulos mais amistosos para quem está começando agora.

Mas não se preocupe! Reunimos aqui dez dicas importantes para você se tornar um Vault Hunter bambambã em pouquíssimo tempo!

Faça missões paralelas

Um dos elementos centrais da jogabilidade de Borderlands é o sistema de nível de seus personagens – aplicado tanto ao jogador quanto aos seus inimigos.

Por isso, é essencial ficar sempre de olho no nível dos inimigos ao seu redor, já que todos personagens vão ficando cada vez mais poderosos conforme a história do jogo avança.

Uma das formas de garantir que seu Vault Hunter será sempre páreo para os desafios da campanha é cumprir não só missões de história, mas também side quests.

Espalhadas por todo o mundo do jogo, são elas que vão garantir ao jogador a experiência extra necessária para acompanhar a evolução de inimigos – além, é claro, de trazer recompensas únicas que você não encontraria durante a campanha.


Reprodução/Gearbox Software

Troque de armas com frequência

Com milhares de armas disponíveis, Borderlands também traz um sistema de níveis para todos os equipamentos do jogo: de escopetas a escudos, um personagem só pode equipar um item novo se estiver, pelo menos, no mesmo nível que ele.

Por isso, o desapego é parte essencial da jogabilidade de Borderlands. É normal ter um estilo favorito de arma, escudo ou granada, mas é importante saber também a hora de jogá-lo ou jogá-la fora e trocá-la por uma nova.

Fique de olho nas armas encontradas pelo jogo e troque-as por algo novo sempre que sentir que os inimigos estão ficando resistentes demais.


Reprodução/Gearbox Software

Saiba o score da sua arma

Uma das formas de comparar armas de modo simplificado em Borderlands 3 é saber de cabeça os escores de suas armas – o número no canto superior esquerdo da cartela da arma que ranqueia ela de acordo com seus status.

Quanto maior, melhor. Então, de forma geral, se você encontrar uma arma que tenha um score maior que o da sua, trocar a antiga pela nova pode ser uma boa ideia.


Reprodução/Gearbox Software

Carregue um arsenal diversificado

Além de ter milhares de armas de diferentes fabricantes e configurações, Borderlands 3 conta com seis categorias diferentes de armamento: pistolas, rifles, fuzis de precisão, escopetas, submetralhadoras e lança-mísseis.

Cada uma dessas categorias, é claro, utiliza seu próprio tipo de munição.

Por isso, o ideal é que o jogador carregue armas de diferentes tipos em seus quatro slots de equipamento – já que seu Vault Hunter terá assim mais munição para gastar com suas armas, ao invés de usar um mesmo tipo de munição com duas armas diferentes, mas do mesmo tipo.


Reprodução/Gearbox Software

Use danos elementais

Mais um detalhe sobre as armas de Borderlands é que muitas delas trazem algum tipo de dano elemental – que, é claro, garantem bônus de dano contra alguns tipos de inimigos.

Inimigos orgânicos – com barra de vida vermelha – tomam dano extra de armas de fogo. inimigos robóticos – com vida amarela – tomam dano extra de armas corrosivas; e inimigos com escudo – vida azul – tomam dano extra de armas elétricas.

Fora estes, temos também o dano de gelo, originalmente introduzido em Borderlands: Pre-Sequel, que não dá muito dano extra, mas permite imobilizar ou desacelerar alguns inimigos.


Reprodução/Gearbox Software

Radiação = OP

Substituto do antigo dano do tipo slag, o dano elemental radioativo é uma das grandes adições de Borderlands 3 – além de ser completamente quebrado.

Além do dano normal, qualquer arma radioativa dará dano extra por segundo ao inimigo e fará com que ele exploda logo após sua morte – dando dano extra em área e contaminando outros inimigos com radiação. Use e abuse.


Reprodução/Gearbox Software

Modos de tiro alternativos

Novidade de Borderlands 3, algumas das armas do jogo agora possuem modos de tiro alternativo – ampliando ainda mais as possibilidades do arsenal do seu Vault Hunter

Não esqueça de testá-los durante o combate e busque utilizar armas complementares – como, por exemplo, armas Maliwan que carregam dois tipos elementais diferentes em uma arma só.


Reprodução/Gearbox Software

Armas por e-mail

Um detalhe um tanto quanto escondido de Borderlands 3, dentro da aba “Social” do jogo, é o sistema de “e-mail” que permite o envio e troca de armas entre jogadores.

Além disso, no entanto, o sistema também conta com uma espécie de “clube de fidelidade” das fabricantes de armas do universo de Borderlands: quanto mais um jogador utilizar armas de uma fabricante específica, mais armas de presente ganhará por “e-mail”.

Por isso, não esqueça de checar essa aba do jogo com frequência para saber se recebeu algum equipamento extra de presente durante a aventura.


Reprodução/Gearbox Software

Mude as skills de seu Vault Hunter

Não são só as armas de Borderlands 3 que podem ser mudadas a qualquer hora: as skills também. Espalhadas pelo jogo, é possível encontrar várias estações de customização do personagem, que servem tanto para mudar a skin de seu Vault Hunter quanto as habilidades dele.

Com três árvores de habilidades disponíveis, o ideal é testar diferentes possibilidades com seu personagem antes de descobrir aquela que é sua favorita.


Reprodução/Gearbox Software

Em Boss Fights, deixe sempre inimigos vivos ao redor

Essa pode parecer contra-intuitiva, mas Borderlands tem um motivo para incluir uma grande quantidade de inimigos fracos junto com toda luta contra chefões: a mecânica Second Wind – que permite ao Vault Hunter “reviver” em uma curta janela de tempo após ser derrubado por um inimigo caso consiga matar outro inimigo a tempo.

Com chefões com várias fases espalhados pelo jogo, é importante deixar sempre um ou outro inimigo fraco durante a batalha para servir de ferramenta para ativar o Second Wind – e, assim, garantir que seu Vault Hunter não seja derrotado no finalzinho de uma longa batalha contra um boss.


Reprodução/Gearbox Software





Source link

You May Also Like

About the Author: Marisa Ferreira

Pioneiro profissional zumbi. Especialista em internet incurável. Praticante de TV. Comunicador.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *