Novo Nintendo Switch Lite não vai “matar” o 3DS, afirma presidente da Nintendo


Faz dois dias que a Nintendo anunciou o Switch Lite, a nova versão do console que será exclusivamente portátil, sem poder ser conectado à uma TV. Para muitos isso já significava o funeral do queridinho 3DS, mas, Doug Bowser, presidente da Nintendo nos Estados Unidos, afirmou ao The Verge que a empresa continuará a atualizar e dar suporte à família DS enquanto ainda existir demanda.

Apesar disso, parece que a declaração de Bowser é mais uma obrigação do que realmente interesse no antigo portátil: em abril, a Nintendo confirmou em uma conferência com investidores que não deve desenvolver jogos para o 3DS e focará apenas na evolução do Switch.

Nintendo não tem planos de novos jogos para o 3DS

A quantidade de lançamentos para o 3DS tem lentamente diminuído durante os anos e nesta E3 não houve nenhuma revelação. Até mesmo a franquia Pokémon, motivo para muitos terem adquirido o console, lançará o Sword and Shield como um exclusivo do Switch. Isso não significa que não teremos mais lançamentos, já que empresas parceiras e desenvolvedores third party ainda podem trabalhar com o hardware.

Nestes oito anos de existência, o console foi um sucesso com 75 milhões de vendas — quase sete vezes mais do que seu “primo” Wii U. Mas, é natural que tenha diminuído desde o lançamento do Switch em 2017. De acordo com o relatório do ano fiscal de 2018, houve uma queda de 57% nas vendas do console. A vantagem do pequenino 3DS é ter um custo muito inferior do que o Switch e, com o lançamento do Lite, o produto deve se tornar ainda mais acessível — apesar do Lite ser o modelo de entrada, estamos falando da Nintendo no Brasil.

Nintendo Apresenta o Switch Lite, versão menor e mais barata de seu console

O Lite será lançado em 20 de setembro e custará US$ 199; porém, ainda não sabemos o preço no Brasil.


 





Source link

You May Also Like

About the Author: Marisa Ferreira

Pioneiro profissional zumbi. Especialista em internet incurável. Praticante de TV. Comunicador.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *