Huawei deve lançar seu primeiro smartphone 5G ainda em julho


Tudo sobre

Huawei



Saiba tudo sobre Huawei

Ver mais


Até o dia 26 de julho de 2019, a Huawei deve lançar no varejo de consumo o seu primeiro smartphone com suporte ao 5G: o Mate 20 X 5G deve chegar às prateleiras da China, Itália e Emirados Árabes até o final deste mês, promete a empresa.

O aparelho é bastante similar ao Mate 20 X, mas tem algumas diferenças que o colocam à parte de seu irmão mais velho. Além da velocidade de conexão à internet móvel, o novo dispositivo conta com bateria de 5.000 mAh, 8 GB de memória RAM e armazenamento interno de 256 GB. Isso tudo para oferecer um melhor suporte ao novo modem 5G Balong 5000.

Huawei Mate 20 X 5G (Imagem: Divulgação/Huawei)

Ainda não se sabe sobre a disponibilidade do aparelho em outros mercados, haja vista que a Huawei ainda figura na lista de empresas com as quais companhias americanas ainda não podem fazer negócios. Devido à presença americana e forte lobby do governo de Donald Trump em outras nações, a chegada do Mate 20 X 5G não é certa. Agrava essa situação a revogação da licença de uso do Android imposta pela Google. Na Inglaterra, o plano da fabricante chinesa era de lançar o smartphone ainda no mês de junho, porém essa ideia foi descartada com as crescentes tensões.

Participe do nosso Grupo de Cupons e Descontos no Whatsapp e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, anunciou que aliviaria esse “banimento comercial” da Huawei após encontro com o presidente chinês Xi Jinping no G20. Entretanto, o política ainda não oficializou a tréga e a Huawei ainda figura na lista de empresas sob o radar das autoridades americanas.

A facilitação não elimina a empresa dos olhos cuidadosos das entidades americanas, mas a libera para fazer negócios com empresas do país “quando não houver ameaça à segurança nacional”. Isso ainda não fez com que a Huawei tivesse mudanças de posicionamento em relação à Google (de quem ela tem uma licença temporária de uso do Android) e à fabricante de componentes ARM, por exemplo.

Fonte: The Verge

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.





Source link

You May Also Like

About the Author: Marisa Ferreira

Pioneiro profissional zumbi. Especialista em internet incurável. Praticante de TV. Comunicador.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *