Epic baniu mais de 1200 jogadores da Copa do Mundo ‘Fortnite’ por engano

Você acha que um evento tão alto quanto a Copa do Mundo de Fortnite teria os participantes em seu melhor comportamento, mas aparentemente esse não é o caso. A Epic revelou que baniu mais de 1200 contas por alguma forma de trapaça durante a primeira semana online do torneio. A maioria deles, 1163, recebeu uma proibição de duas semanas para contornar as restrições regionais e tentar jogar em várias áreas – 196 deles tiveram que perder prêmios que haviam ganhado como resultado. Outros 48 foram banidos por compartilhamento de conta (nove dos quais perderam prêmios), enquanto um recebeu uma proibição competitiva de 72 horas para desconectar intencionalmente. Houve também um punhado de alegações mais sérias.

Oito contas receberam proibições por se unir ou fazer alianças não oficiais com seus oponentes. Apenas um deles teve que desistir de prêmios, mas ainda é sério. Há também uma pessoa sem nome que chegou até as semifinais, mas foi permanentemente banida do jogo depois de ser pega usando o software de trapaça nos primeiros cinco minutos do torneio.

Ainda há um caminho a percorrer na Copa do Mundo, cujas finais não acontecem até 26 de julho. Sua segunda semana está apenas começando com a primeira rodada de duos. Sob essa luz, o relatório da Epic sobre a proibição de contas serve como um aviso – espera-se que a próxima onda de jogadores mantenha as coisas limpas. A tentativa da Epic de esports glória depende fortemente de uma suave Copa do Mundo, e isso significa desencorajar os jogadores de trapacear em primeiro lugar.

You May Also Like

About the Author: Marisa Ferreira

Pioneiro profissional zumbi. Especialista em internet incurável. Praticante de TV. Comunicador.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *